90 dias com Catra

Catra nasceu em berço rico e cresceu tendo tudo o que queria. Foi uma criança normal, um adolescente cheio de vontades e rebeldias. Já teve uma banda de rock. É formado em Direito e fala 04 idiomas. É marido e pai, mas é marido de algumas mulheres e pai de alguns filhos, 24 para ser mais exata. Admite: “Eu sou adepto da putaria”.

Um dia alguém falou pra ele: “Catra, escuta essa cultura”. Era a cultura da favela, era o funk que dominava o Rio de Janeiro. Depois disso ele resolveu se adaptar a esta cultura e hoje é um dos funkeiros mais respeitados no meio, fazendo shows para todas as pessoas, todas as classes.

Catra se auto-intitula “operário do funk”, faz de 3 a 4 shows por dia, todos os dias da semana e se ele já era rico, ficou mais rico ainda, chegando a jogar pro alto a quantia de 14.000 reais apenas pela diversão.

Isso tudo e muito mais é dito no documentário “90 dias com Catra” que foi feito com a intenção de ser o piloto de um programa de TV que ainda não tem local e nem data de estreia.

O documentário está repleto de frases impactantes e engraçadas. “Se eu sou o pica das galáxias, ela é a perereca do universo” é uma delas, está repleto de mulheres gigantescas, shows, festas, encontros com amigos e familiares.

Putaria?  Machismo? Pra tirar suas próprias conclusões aperte o play e divirta-se.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s