Jack White, Third Man Records, vinis retrô-hype e ‘ai Jack White’, rs…

Já começo o post suspirando ‘ai Jack White’, rs… Desculpa a idolatria, mas eu acho esse cara meio gênio! Ele é incrivelmente simples e criativo. E é excêntrico. E intrigante. E enfim, vou poupá-los de lambeção, ok :)

Primeiro que obviamente, ele não ia seguir padrões. E pra isso, fundou a própria gravadora, a Third Man Records. Ótimo, ele manda! Fuckyeah liberdade de expressão!

Dai que eu poderia escrever um texto beeeem longo contanto várias façanhas que eu sei desse artista criativo sem fim, mas vou tentar ser breve e contar só 2 ‘causos’:

1. Na festinha intimista de 3 anos de sua gravadora, ele fez seu primeiro ‘show’ com carreira solo de verdade e distribuiu um vinil azul (lindo) com todos os compactos de artistas da Third Man em 03 rpm (rotações por minuto). O que isso quer dizer? Que não dá pra ouvir o vinil hahahahaha ‘ai Jack White’, rs… Eu explico: pra ouvir um vinil convencional em toca discos convencionais, precisa ser 45 rpm. No slow, o mínimo que as vitrolas convencionais fazem são 33 rpms. Ou seja, ou você faz um aparelho que trave seu vinil e rode em 3rpm exatos, ou você tenta fazer isso com as mãos, ou não dá pra ouvir!! Em plena era .mp3 ou superior, o cara me inventa um novo formato de vinil. ‘ai Jack White’, rs… Clap, clap, clap, clap.

Só 2 pessoas no Brasil têm essa raridade. Paulo Terron, da Rolling Stone e Gaía Passarelli, atual namorada do Chuck Hipolitho e Vj da MTV:

2. Bom, o último lançamento da Third Man Records é para o single Sixteen Saltines, do Jack White. Um outro vinil com várias peculiaridades. Tem uma versão que é estampado com o logo da gravadora, e isso são as marcações de play!

Meodeos! Como? Pois é, eu também ainda estou tentando desenhar isso, e pensar em uma maneira de play rotativo para um logo… mas se você sô acredita vendo, tem no vídeo abaixo.

Não sendo o suficiente, como você deve ter visto no vídeo, tem uma versão de vinil com líquido dentro. Putaquemepariu Audrey, pq?? Cara, não importa. Mas faz igual eu e só aprecia!

Ainda não sendo isso o bastante, a distribuição dessa maravilha é por balões biodegradáveis. Hein? Pois é, o cara não cansa. Ele vai amarrar cds e vinis em balões azuis biodegradáveis e soltar por ai. Sorte a sua e muita inveja a minha se você morar no Tennessee.

Bão, paro por aqui. Dessa vez é só tudo isso que eu tenho pra falar do Jack White para vocês, rs. Espero que vocês tenham ficados boquiabertos e inconformados com a criatividade desse cara igual eu sempre fico, porque olha… ‘ai Jack White’, rs…

Anúncios

Um pensamento sobre “Jack White, Third Man Records, vinis retrô-hype e ‘ai Jack White’, rs…

  1. Pingback: Jack White – Sixteen Saltines « Infutilidades

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s