De onde veio o 51 da caninha?

É, né? Por quê a pinguinha é 51 e não qualquer outro número?

Infutilidades explica! \o/

Seguinte: Os irmãos Piccolo, que são os fabricantes dessa pinga de cana, são palmeirenses roxos, verdes fanáticos. Na Copa Rio de 1951 o Palmeiras foi o primeiro time a ser o campeão mundial interclubes (vídeo em homenagem ao título aqui). Daqui pra frente vocês já devem imaginar que o nome veio dos irmãos em homenagem ao time, rs.

Primeiro como “Palmeiras 51“, ainda distribuída em garrafas de 600 ml somente na região de Pirassununga. Foi um sucesso! E uma década depois, a “caninha super especial” foi adquirida pela Companhia Muller de Bebidas, que alterou seu nome para “Pirassununga 51” a fim de evitar guerra briga entre times e aumentar o número de consumidores. Depois, quando a distribuição começou a aumentar e a logística também, o nome ficou menos regional ainda, alterado somente para “Cachaça 51“. E hoje, a famosa 51, vendida internacionalmente e no ranking de terceira bebida mais consumida do mundo com o slogan “Uma boa ideia“.

Um verdadeiro case de marketing para ser estudado. (Aliás, o site da cachaça também é ótimo de ser estudado! Te fala a história da cachaça, processo de produção, fermentação e destilação da bebida, variação de produtos, receitas, virge, monte de coisas!) Dá-lhe Brasil!

E beba com moderação :)

 

 

Anúncios

Exposição de rótulos de pinga

Por volta de 400 rótulos de pinga da coleção particular do curador Egeu Laus e do acervo da Fundação Joaquim Nabuco podem ser conferidos no Instituto Tomie Ohtake até o dia 10 de Abril. A mostra, batizada de “Carinhosamente Engarrafada: Rótulos de Pinga”, é voltada para o design gráfico. 

A curadoria aponta que, independente da classes social, os rótulos descrevem a sociedade brasileira, com desenhos como mulheres mulatas e fazendas de cana.

A exposição faz parte do projeto Anônimos e Artistas, que busca descobrir a origem do design gráfico no país por meio de produtos simples consumidos pela popualção.

Informações:

Carinhosamente Engarrafada: Rótulos de Pinga

Quando: terça a domingo, das 11h às 20h. Até 10 de abril
Onde: Instituto Tomie Ohtake – av. Faria Lima, 201, Pinheiros. São Paulo (SP)
Quanto: grátis
Informações: (0xx11) 2245-1900 ou http://www.institutotomieohtake.org.br