700 edições de HQs Marvel free!!

Post Urgente!

Image

Hoje, e somente hoje, você se cadastra e a Marvel te manda 700 edições de suas revistas em quadrinhos (via email, para download).

Enjoy, heroes!

https://promo.marvel.com/

Anúncios

Não podia deixar de falar do aclamado Asterios Polyp

No ano passado ele bombou nas listas “Top 10 de Quadrinhos”, se posicionando na maioria delas em primeiríssimo lugar.

A mim, a graphic novel só chegou no final do ano, um presente de Natal. Como tenho um lado metódico muito acentuado, não gosto de ler mais de uma coisa ao mesmo tempo e como na época estava lendo um livro, só consegui lê-lo há algumas semanas.

Que bom que ele supriu as minhas expectativas! Asterios é um personagem e tanto, muito parecido com tantas pessoas do mundo real. Tão cheio e ao mesmo tempo tão vazio de si. Com amores, desamores, paixões, desgostos, ganhos e perdas. Como toda boa HQ, me fez mergulhar naquele mundo, na história tão bem criada por David Mazzucchelli. E a parte gráfica? Brilhante! Cada escolha de cor, traço, hierarquia, tudo criado com a intenção de nos encantar. Um design perfeito, que até então conseguiu fugir de todo tipo de estética que já pude ver em histórias em quadrinho.

O conjunto da obra é sensacional e como não quero correr o risco de estragar sua leitura, te aconselho: leia você também!

Daytripper | Uma viagem ao centro do seu universo

Pare um pouquinho, olhe para trás e reflita sobre o seu passado. Quantas vezes você já percebeu que sua vida deu uma reviravolta? Quantas oportunidades você já deixou escorregar pelos seus dedos? Da pessoa que é hoje, quanto é responsável pelo que viveu ontem?

O acaso, o destino, as escolhas, a vontade de Deus. A decisão de fazer uma viagem mesmo sem ter um puto furado no bolso. A escolha entre um emprego ou outro. Uma paixão deixada para trás. O primeiro beijo. Um bate papo em alguma madrugada que o fez sentir-se melhor para segurar as pontas no dia seguinte. Um olho no olho. Um toque. Uma música que o fará lembrar eternamente de um momento, de uma pessoa. O gosto do café amargo. Uma cerveja na mesa de um bar. O sim. O não.

E se hoje fosse o último dia de sua vida? Uma das frases mais clichês existentes neste mundo. Mas e se realmente hoje fosse o último dia da sua vida? E se hoje for o dia do último suspiro do seu amor? Dos seus pais? Do seu cachorro? Do seu melhor amigo? Do seu professor tão querido? Do seu irmão?

Em Daytripper, Fábio Moon & Gabriel Bá nos fazem viajar através de um roteiro e traços impecáveis. Através de Brás (personagem central da HQ) pude analisar o meu passado para ter forças para viver o meu presente intensamente.

E você, o que tem feito da sua vida?

Quando meu pai se encontrou com o ET fazia um dia quente

Esse quadrinho que farei questão de comprar (ou ganhar – o Natal tá aí, gente!) é de Lourenço Mutarelli. O cara é super conceituado no meio literário e cinematográfico. Sabe o livro Cheiro do Ralo, que foi adaptado genialmente para o cinema, estrelado por Selton Mello? Então, Lourenço é o responsável por esta obra!

Ele andava meio sumido, mas  dia 06 de dezembro ele volta com tudo lançando sua nova HQ: Quando meu pai se encontrou com o ET fazia um dia quente, com o selo Quadrinhos na Cia da Companhia das Letras.

As imagens que têm no início do post formam o preview da HQ e juntando elas ao nome do quadrinho, fala se não dá uma vontade tremenda de ler?!

Quadrinhos feitos a partir de músicas

Essa é a tarefa diária dos quadrinistas mineiros Eduardo Damasceno e Luís Felipe Garrocho. Os dois fazem trabalhos incríveis a partir de trechos musicais bastante inusitados, em sua maioria.

Os traços e as ideias são tão brilhantes que com um trecho de uma música do É o Tchan!, por exemplo, os caras conseguem tornar uma tirinha genial! Você consegue ver beleza e rir ao mesmo tempo de como algo tão raso pode tornar-se tão bacana.

O site Quadrinhos Rasos existe desde setembro de 2010, então vai lá que tá cheio deles!

Graphic – peça que une HQ, cinema e teatro

A cada dia que passa a cultura de HQ vem chegando aqui em Salvador (nem preciso dizer que isso me deixa muito contente) e dessa vez ela chegou em cima dos palcos!

Nesse final de semana pretendo não perder a peça Graphic, espetáculo que consegue unir o uso de 3 tipos artísticos: quadrinhos, cinema  e teatro.

O diretor e roteirista é Paulo Biscaia Filho, dono da produtora Vigor Mortis e contou que Graphic “É uma peça sobre angústia no século XXI, mas não é uma montagem tendenciosamente filosófica. Nada disso. Gostamos de fazer montagens acima de tudo empolgantes e divertidas. É um conto sobre três personagens estranhos, melancólicos e divertidos.”

Dessa vez os privilegiados serão os soteropolitanos!

A peça acontecerá no Theatro XVIII, no Pelourinho
Nos dias 25, 26 e 27 de novembro (esse final de semana!)
Na sexta e no sábado começará às 20h. No domingo será mais cedo, às 19h
E olha o preço: R$ 5,00 =D

Vai perder? Depois não reclamem que coisas legais não aparecem por aqui!

+ info

Nelson Rodrigues em quadrinhos

Vestido de Noiva é um dos grandes clássicos do dramaturgo Nelson Rodrigues, onde mistura vida, morte, lembranças, loucuras e alucinações em um peculiar encontro entre Alaíde e Madame Clessi.

Essa obra é uma peça teatral e teve sua primeira encenação em 1943 e até hoje é interpretada por dezenas de grupos teatrais.

E agora é a vez dessa história ser contata através de um graphic novel, roteirizada por Arnaldo Branco e desenhada por Gabriel Góes, que também já ilustrou Nelson Rodrigues em outra adaptação para quadrinhos, o Beijo no Asfalto.

Eu assisti essa peça no ano passado e achei a linearidade bastante complexa, fiquei curiosa pra ver como isso será tratado na HQ, para não ficar demasiadamente confuso.

Vi no Mau Humor.