Tokyo Candies!!

Estava eu fuçando a interwebs quando =O

Me apaixonei!

Gueixas gordinhas!! Olha, tem tatuadinhas! Ain, uns pandas!! Munnys!! Caveiras mexicanas!! Luchadores, hahaha!! Nossa, que traços lindos desse designer!! Gente quanta fofuuuura!!

Além de tudo isso o site ainda tem uma sacada muito legal que é mostrar as etapas do desenho, do sketch, pigmentação, todas as etapas até o desenho final e alguns até com aplicação em camisetas, wallpaper e tals. Tudo muito lindo e legal mesmo!

O site é o Tokyo Candies, que é o potfolio de Rubens Cantuni’s

Anúncios

Desenhos Autistas

O nome dessa esplêndida coleção é auto-explicativa.

Drawing Autism‘ no inglês e ‘Desenhos Autistas’ no portuga.

Idealizado pelo analista e educador Jill Mullin, ele reúne desenhos de 50 pessoas, de todas as idades, diagnosticadas com autismo e publica em um livro. Fez tanto sucesso que ele disponibilizou também réplica das obras pra venda na internet.

Quer ver um pouco de como os autistas retratam o mundo?

Todos aqui.

A cor de 2011 é Honeysuckle

Todo final de ano, Pantone, a madre suprema das cores, elege uma cor como a ‘oficial do ano seguinte’.

Em 2010 ficamos com a lindinha da azul turquesa, e para 2011, a cor escolhida foi Madressilva, ou Honeysuckle no inglês. (Juro! rs…)

A cor é ótima para paredes, roupas e embalagens. De fato, é uma cor viva e atrai os olhos com facilidade.

No press release da cor de 2011 você encontra paletas, dicas de aplicação para roupas, ambientes internos, embalagens e outros, dicas de combinação, variação de tons e detalhes.

Abaixo, a escala RGB e CYMK.

Já chega desse tal de ‘cor de menino’ e ‘cor de menina’, né?!

Semáforo Ampulheta

É um semáforo em forma de ampulheta, com as mesmas dimensões de um sinal semáforo comum, com o extra de informar o tempo que o farol semáforo irá demorar para abrir e o período que ficará aberto ou fechado.

De acordo com o dono do projeto “o sistema é mais eficiente que um semáforo comum, pois a área de visualização é maior, as cores ficam mais expostas, além da medição do tempo ser intuitiva e informar ao motorista quando o trânsito voltará a fluir, ou para avaliar se é possível atravessar um cruzamento.”

Não sei se é funcional para os dautônicos, já que eles se baseaiam nos semáforos pela ordem das cores, mas é válido pensar em stop e go pra colocar ali em cima das ampulhetas ou algo assim… e mesmo sem isso eu achei a idéia sensacional!

Projeto do designer tailandês Thanva Tivawong.