10° Bourbon Street Fest

E nessa sexta começa a 10ª edição do querido Bourbon Street Fest!!

São 10 anos de festival, 10 dias de festival, 10 grandes bandas que passarão pelo festival… e como sempre, é tudo ótimo!

Em São Paulo começa sábado (10/08) , vai até o próximo domingo (19/08). Dai o festival vai para o Rio de Janeiro, a cidade Maravilhosa, de 12 a 14/08, passa por Brasilia no dia 16/08 e Curitiba no dia 18/08.

Os locais são esses daqui ó:

A programação completa tem no site, ó http://www.bourbonstreetfest.com.br/

E pra você entrar no clima… põe fones de ouvido e clica:

Like aways: nos vemos lá! ;)

Anúncios

Jack White – Sixteen Saltines

Aproveitando o post de ontem

Tó. Acabou de lançar :)

“Eu queria viver no mundo de Jack White!”

Jack White, Third Man Records, vinis retrô-hype e ‘ai Jack White’, rs…

Já começo o post suspirando ‘ai Jack White’, rs… Desculpa a idolatria, mas eu acho esse cara meio gênio! Ele é incrivelmente simples e criativo. E é excêntrico. E intrigante. E enfim, vou poupá-los de lambeção, ok :)

Primeiro que obviamente, ele não ia seguir padrões. E pra isso, fundou a própria gravadora, a Third Man Records. Ótimo, ele manda! Fuckyeah liberdade de expressão!

Dai que eu poderia escrever um texto beeeem longo contanto várias façanhas que eu sei desse artista criativo sem fim, mas vou tentar ser breve e contar só 2 ‘causos’:

1. Na festinha intimista de 3 anos de sua gravadora, ele fez seu primeiro ‘show’ com carreira solo de verdade e distribuiu um vinil azul (lindo) com todos os compactos de artistas da Third Man em 03 rpm (rotações por minuto). O que isso quer dizer? Que não dá pra ouvir o vinil hahahahaha ‘ai Jack White’, rs… Eu explico: pra ouvir um vinil convencional em toca discos convencionais, precisa ser 45 rpm. No slow, o mínimo que as vitrolas convencionais fazem são 33 rpms. Ou seja, ou você faz um aparelho que trave seu vinil e rode em 3rpm exatos, ou você tenta fazer isso com as mãos, ou não dá pra ouvir!! Em plena era .mp3 ou superior, o cara me inventa um novo formato de vinil. ‘ai Jack White’, rs… Clap, clap, clap, clap.

Só 2 pessoas no Brasil têm essa raridade. Paulo Terron, da Rolling Stone e Gaía Passarelli, atual namorada do Chuck Hipolitho e Vj da MTV:

2. Bom, o último lançamento da Third Man Records é para o single Sixteen Saltines, do Jack White. Um outro vinil com várias peculiaridades. Tem uma versão que é estampado com o logo da gravadora, e isso são as marcações de play!

Meodeos! Como? Pois é, eu também ainda estou tentando desenhar isso, e pensar em uma maneira de play rotativo para um logo… mas se você sô acredita vendo, tem no vídeo abaixo.

Não sendo o suficiente, como você deve ter visto no vídeo, tem uma versão de vinil com líquido dentro. Putaquemepariu Audrey, pq?? Cara, não importa. Mas faz igual eu e só aprecia!

Ainda não sendo isso o bastante, a distribuição dessa maravilha é por balões biodegradáveis. Hein? Pois é, o cara não cansa. Ele vai amarrar cds e vinis em balões azuis biodegradáveis e soltar por ai. Sorte a sua e muita inveja a minha se você morar no Tennessee.

Bão, paro por aqui. Dessa vez é só tudo isso que eu tenho pra falar do Jack White para vocês, rs. Espero que vocês tenham ficados boquiabertos e inconformados com a criatividade desse cara igual eu sempre fico, porque olha… ‘ai Jack White’, rs…

YoutubeLive transmite grátis shows que te interessam

Não quis prolongar o título, então foi vago assim mesmo :)

A real é que o lindo do YoutubeLive, junto com a linda da Dell, vão transmitir 4 festivais gigantescos de música free for fun grátis, ebaaaa!!

Ano passado eu assisti a Coachella, direto da Califórnia, via Youtube. Vocês se lembram?

Este ano, o casal (Youtube e Dell) prometem transmitir os seguintes festivais (sou legal e fiz uma prévia de cada um deles pra vocês e ainda coloquei os festivais em ordem cronológica. Me amem):

New Orleans Jazz & Heritage Festival – 27/04 a 06/05 – Festiva já famoso, grandão, 10 dias de músicas com bandas desde as pequenas locais até as bem famosas, sem distinção de palco. Alguns dos confirmados são: Bruce Springsteen & the E Street Band, Cee Lo Green, Ne-Yo, Bon Iver, My Morning Jacket, Florence + the Machine, Janelle Monaé, Feist, Foo Fighters, Eddie Vedder… cansei de escrever. A lista completa está aqui :)

 

Bonnaroo – 07/06 a 10/06 – 150 apresentações em mais de dez palcos, ui! E das bandas já confirmadas, tem Radiohead, Red Hot Chilli Peppers, The Shins, Foster the People, Skrillex, Two Door Cinema Club, Black Lips, The Kooks, Mogwai… Tá, toma o lineup completo, rs.

 

Lollapalooza –  03/08 a 05/08 – Mais uma versão brazuca desse mega festival, agora com mais de 130 artistas de diversos gêneros – sério, de Skrillex a Racionais Mc, passando por Velhas Virgens, Gogol Bordello e Foo Fighters. – Ah, ano passado esse festival foi transmitido para o mundo todo, exceto Brasil, porque a Globo.com fez monopólio tinha o direito exclusivo de imagens do festival no país. Este ano, em comunicado oficial, a Dell e o Youtube disseram que esses 4 livestreams serão disponíveis à “amantes da música no mundo todo”. Amém! Tó o lineup do Lolla

 

Austin City Limits – 12/10 a 14/10 – São mais de 100 artistas em vários palcos. O lineup ainda não foi anunciado (porque esse festival está um pouco longe também ne!). Ano passado foi bem legal, eles trouxeram Stevie Wonder, Arcade Fire, Coldplay, Kanye West, Fleet Foxes, Cut Copy, Chromeo, Cold War Kids e várias outras.

 

Nossa, Audrey, como eles são bonzinhos! Arram, são bonzinhos igual a mim. ¬¬ 

Qual o interesse dos caras nisso?

Bão, o Tubiu já se divulga sozinho, mas agora mostra que está com maior espaço para arquivar vídeos, mostra que sua ferramente é bem boa também em livestream e não somente no armazenamento de arquivos, tem conteúdo exclusivo do que transmite e zás. Já a Dell se mostra a boazuda das tecnologias e traz o mesmo hardware que eles usaram ano passado para o livestream do Lollapalooza.

Vem que é nóis, livestream! \m/

Cérebro Eletrônico comemora 10 anos com show

Uma das minhas bandas brasileiras na ativa é a Cérebro Eletrônico, e olha só, esse ano eles comemoram 10 anos de carreira!

Com 3 discos gravados, o “Onda Híbrida Ressonante”, “Pareço Moderno” e “Deus e o Diabo no Liquidificador”, eles adquiriram um público cativo por suas baladinhas, rocks, batidas eletrônicas e influências da música popular brasileira.

Para comemorar a data, a banda fará um show bem especial nesta quinta-feira (16/02), com convidados que fizeram parte da vida deles: André Abujamra, Hélio Flanders, Helena Rosenthal, Leo Cavalcanti, Dudu Tsuda, Peri Pane e Trupe Chá de Boldo.

Sendo a banda tipicamente paulistana, a apresentação não poderia ser fora de São Paulo. O show acontecerá lá no SESC Pompeia, as 21:30h.

O quê? Show Cérebro Eletrônico 10 Anos
Onde? SESC Pompeia
Quando? 16/02/2012
Que horas? 21:30h
Quanto? R$16,00 / R$8,00 / R$4,00
Mais Informações: (11) 3871-7700 / www.sescsp.org.br

Se eu estivesse por aí, não perderia por nada!

O maravilhoso novo clipe do Cults e uma reflexão

Estava cá em minha leitura diária através do meu amado Google Reader, quando me deparo com Matias divulgando o novo clipe do Cults, da música You Know What I MeanDevo discordar com ele em um ponto: Eu acho o som deles demais! Mas devo concordar com ele em outro ponto: Ah, os clipes do Cults…

Se não me engano, o “vilão” desse clipe é o mesmo ator que fez aquele tal de Take This Lollipop, que também é o cara de outro clipe do Cults, o Abducted. Tô certa? Saquem só os prints toscos que fiz:

É o mesmo, né?

“Bob Robert Nesta” Marley – O Filme

Demorou, mas finalmente será lançado o filme biografia de Bob Marley \o/

Robert Nesta Marley, nascido em 6 de fevereiro de 1945, Jamaica, como vocês devem saber, veio a falecer no auge da fama, 36 anos depois, em 11 de maio de 1981, em Miami, com câncer.

Mas sua vida será retratada pelo cineasta escocês Kevin Macdonald, que conviveu mais de dois anos com familiares e amigos do músico, juntando testemunhos, documentos, fotos, vídeos, relatos e referências do homem que se tornou lenda mundial do reggae. Tem arquivos da família, muitos deles inéditos, centenas de horas de entrevistas emocionadas e o processo de composição e gravação de sucessos de Bob Marley, como “Jamming”, “No woman no cry” e “Exodus”.

Um dos pontos mais fortes do filme/documentário se passa Baviera, 1981, com Bob Marley já bem magro e com o câncer bem avançado, onde ele é atendido pelo médico alemão Josef Iseles, que o trata com medicina alternativa. Nesta parte, temos o relato emocionado da enfermeira que o acompanhava na época. A idosa conta, também em alemão, como era este homem “sempre amável e sorriente” em seus últimos dias de vida e mostra fotos do tratamento alternativo com ervas e neve.

Muitas coisas já foram feitas sobre Bob, mas o que me parece importante neste filme é que vai dar um aspecto mais emotivo de sua vida como homem e não unicamente como lenda do reggae ou personagem mítico“, relata o filho mais velho do astro, Ziggy Marley, um dos produtores executivos do filme.

Para Macdonald, um dos aspectos mais importantes da lenda Bob Marley é a sua origem mestiça. “Nem negro, nem branco. Ele sempre se sentiu à parte”, conta Rita, a esposa do astro. Bob aliás, teve 11 filhos com sete mulheres diferentes. Porém escolheu Rita como esposa, que no filme revela “uma história de amor sem igual” pelo astro.

O filme também trata de religião e explica a origem da canção “Cornerstone”. Nesta parte, Sthepen Marley, também filho de Bob Marley, bastante emotivo, lembra do pai com a frase “A pedra que o construtor recusou será sempre a pedra angular“, um salmo da Bíblia que seu pai seguia como lema de vida, apesar de ser adepto ao rastafári.

“Para mim, Bob é realmente uma das grandes personalidades culturais do século XX. Não vejo que outro artista de música popular tenha tido um impacto tão duradouro quanto ele”, conclui Macdonald.

Nos resta então aguardar pelo filme Marley, o primeiro filme autorizado pela família do consagrado cantor, se Jah quiser, nos cinemas!