1001 quadrinhos para ler antes de morrer

Quem gosta da série 1001 coisas pra fazer antes de morrer?

Quem pretende preencher a vida que vos resta com centenas de dicas no mínimo interessantes?

Quem gosta de histórias em quadrinho?

o/

Então agora é a vez de saber quais são os 1001 quadrinhos para ler antes de morrer!

Paul Gravett é responsável por  editar o livro com mais 67 colaboradores. As dicas servem para nortear suas pesquisas e  te ajudar na hora de escolher qual quadrinho deve ler.

O livro ainda não tem versão em português, mas em breve poderá ser encontrado nas livrarias brasileiras.

Aqui você vê quais HQs fazem parte da coleção.

Divirta-se!

Anúncios

Imaginação e aventura em Graphic Novel on line

Férias. Essa palavra nos soa tão bem, não é mesmo? Indiferente de quanto o tempo passe, sempre esperaremos por esses dias de descanso, mas nem sempre esse descanso é corporal, pois normalmente tentamos aproveitar cada segundo fazendo coisas que as obrigações diárias não nos permitem.

Jonas é um garoto que terminou a 8ª série e após seu último dia de aula, é levado pelo seu pai para passar as 06 semanas de férias na casa de campo de sua avó.

A ansiedade toma conta de seu ser, pois sabe que ali vai viver muitas aventuras.

Essa estória faz parte de uma Graphic Novel on line, chamada The Wormworld Saga. Daniel Lieske é o artista responsável por criar traços interessantes, com uso de cores e sombras que dão um toque cinematográfico aos desenhos. Ele foge um pouco da ideia dos quadradinhos padronizados e cria uma dinâmica diferente na montagem da história, mesclando imagens “soltas” com imagens dentro dos tais quadradinhos. Bem legal e visualmente agradável.

Olha que bacana de onde vem a inspiração de Daniel:

“A minha principal inspiração vem de filmes dos anos 80 como “A História Sem Fim”, “Os Goonies”, “Indiana Jones” e dos Animes do Studio Ghibli, “Spirited Away “,” Howl’s Moving Castle “. Tento dar ao meu trabalho um clima cinematográfico através da iluminação dramática e encenação.”

Para quem gosta de uma leitura leve, despreocupada e repleta de aventuras fantasiosas, vale a leitura!

O primeiro capítulo (já com versão em português) você já pode ler aqui.

Memória de Elefante – mais um bom HQ

Semana passada terminei de ler mais uma obra de graphic novel. Desta vez foi Memória de Elefante, escrita e desenhada por Caeto. A editora responsável é a Companhia das Letras, com o selo dedicado a quadrinhos, o Quadrinhos na Cia.

Nunca tinha ouvido falar do artista, mas agora, depois de ler e ver sua biografia tão detalhadamente retratada, sinto como se o conhecesse pelo menos um bocadinho.

Na minha parca opinião de entendedora de quadrinhos, sinto-me segura para afirmar que gostei bastante das suas referências, dos seus traços e de suas palavras.

No decorrer do quadrinho ele vai retomando em sua memória de elefante, momentos que lhe foram importantes para construir sua personalidade atual. Entre bebedeiras, ensaios e shows com sua banda de punk-rock, garotas, a busca pelo reconhecimento de sua arte, amigos, seu cachorro maluco, e principalmente seus problemas familiares e financeiros.

A simpatia de Caeto é cativante, e os dramas de sua vida muitas vezes são tratados de forma cômica, me fazendo rir de sua própria desgraça. Mas acredito que essa tenha sido sua intenção.

No meu quarto ou no quintal de casa – lugares que costumo ler – passei por momentos de risadas e até de lágrimas.

Nem preciso dizer que super indico!

Scott Pilgrim | Quadrinho + filme

Conheci Scott Pilgrim com uma amiga que trabalha comigo. Já tinha ouvido falar, mas nunca tinha dado muita importância. Amei o primeiro quadrinho (não mais que meu marido, que devorou em minutos), logo comprei o segundo e estou ansiosa pelo terceiro – com previsão de lançamento para março de 2011 no Brasil.

Para que não conhece Scott Pilgrim, eis minha definição:

Scott tem 23 anos, não trabalha e mora com seu amigo gay (eles dormem na mesma cama e isso gera várias piadas). Começa a namorar Knives Chau, uma garota de 17 anos insana e apaixonada. Toca na banda Sex Bob-Omb e se apaixona pela garota (literalmente) dos seu sonhos e “o motivo” de toda a história acontecer: Ramona Flowers.

A história é cheia de referências nerds e geeks, e foi criada pelo canadense Bryan Lee O’Malley. É um prato cheio de diversão leve, humor nerd e um roteiro tão non-sense quanto surpreendente, interessante e bem escrito.

Não se trata de uma história sensacional, impressionante ou coisa do tipo. Eu acho que está mais para um roteiro feito sem nenhuma pretensão e que deu muito certo.

Ontem assisti o filme e a-d-o-r-e-i.
Acho que ele faz mais sentido (claro, não obrigatoriamente) para quem leu os quadrinhos.

É extremamente fiel ao HQ, as falas, as cenas, tudo. Claro que tem muita coisa que não entra no filme, mas mesmo assim, vale muito a pena.

Então, fica a dica para quem não conhecia!